Clique para divulgar
outros desaparecidos

Denuncias


Imagem da Notícia
A Justiça suspendeu Da redação Worldwide por Sérgio Coutiy - Desast

Imagem da Notícia
Os brasileiros não Da redação Worldwide por Sérgio Coutiy - Os bra

Imagem da Notícia
O denominado pacote Da redação Worldwide por Sérgio Coutiy - Algué

Imagem da Notícia
República Centro-Af Grosso modo, falamos hoje de 5 mil a 6 mil crianç

Imagem da Notícia
Jornal revela que lu Depois de afirmar que o presidente do Barcelona, S

Imagem da Notícia
Al-Qaeda estuda faze A rede terrorista Al-Qaeda estuda promover um aten

Imagem da Notícia
Snowden quer ficar e O americano Edward Snowden, que revelou um vasto p

Imagem da Notícia
Prism, utilizado pel Da redação Worldwide, por Sérgio Coutiy. Co

Imagem da Notícia
WikiLeaks editor-che WikiLeaks editor-chefe Julian Assange divulgou o c

Brasil pede esclarecimentos aos EUA após denúncia de espionagem


Hoje Domingo, 17 de Dezembro de 2017, boa tarde!

Ministro das Relações Exteriores reagiu à notícia que Brasil seria o país mais monitorado pela NSA depois dos EUA

Sobre Brasil Publicada: 07/07/2013 as 17:21:59

Patriota vai pedir esclarecimentos
aos Estados Unidos

O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, disse neste domingo (8) que o Brasil vai cobrar explicações dos EUA sobre a suspeita de que o governo norte-americano espionou milhões de comunicações eletrônicas e telefonemas de cidadãos brasileiros.
Segundo reportagem publicada no sábado pelo jornal "O Globo", o Brasil foi o segundo país mais espionado nas Américas pela Agência de Segurança Nacional (NSA em inglês), atrás apenas dos EUA e um dos prioritários para o governo americano, ao lado de China, Rússia, Irã e Paquistão.

O jornal não revelou o volume de informações monitorado pelos computadores e pelos funcionários da inteligência da NSA, mas citou documentos fornecidos pelo fugitivo Edward Snowden , ex-funcionário de inteligência da agência.

Parte do acesso às comunicações brasileiras teria sido obtido por meio de empresas norte-americanas parceiras de companhias brasileiras de telecomunicações, relatou o jornal sem revelar os nomes das empresas.

De acordo com Patriota, o governo brasileiro vai procurar a União Internacional de Telecomunicações (UIT), órgão ligado à Organização das Nações Únicas (ONU) com sede em Genebra, para pedir mudanças nas regras internacionais de segurança e privacidade nas telecomunicações.

Segundo o chanceler brasileiro, o governo da presidente Dilma Rousseff vê com "grande preocupação" a violação do sigilo eletrônico e telefônico de cidadãos brasileiros. Ele disse que o embaixador dos EUA no Brasil, Thomas Shannon, foi acionado para apresentar explicações e que a embaixada do Brasil em Washington também foi orientada a cobrar o governo Barack Obama.

Leia a íntegra do pronunciamento feito por Patriota em Paraty (RJ):

"O Governo brasileiro recebeu com grave preocupação a notícia de que as comunicações eletrônicas e telefônicas de cidadãos brasileiros estariam sendo objeto de espionagem por órgãos de inteligência norte-americanos.

O Governo brasileiro solicitou esclarecimentos ao governo norte-americano por intermédio da Embaixada do Brasil em Washington, assim como ao Embaixador dos Estados Unidos no Brasil.

O governo brasileiro promoverá no âmbito da União Internacional de Telecomunicações (UIT) em Genebra, o aperfeiçoamento de regras multilaterais sobre segurança das telecomunicações. Além disso, o Brasil lançará nas Nações Unidas iniciativas com o objetivo de proibir abusos e impedir a invasão da privacidade dos usuários das redes virtuais de comunicação, estabelecendo normas claras de comportamento dos Estados na área de informação e telecomunicações para garantir segurança cibernética que proteja os direitos dos cidadãos e preserve a soberania de todos os países."

(Com informações da Reuters)


Veja mais: IG

Publicada: 07/07/2013 as 17:21:59

Você pode comentar. Ainda não existe comentário para está notícia.


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Fique a vontade para comentar.Veja Diretrises de privacidade!

Deixe seu comentário sobre o assunto!